A origem do Halloween: os Cristãos devem celebrar ou não?

A origem do Halloween

Muitos celebram o dia das bruxas. Mas poucos conhecem a sua origem. E neste artigo vamos conversar sobre as origens e a relação com o Cristianismo! Vamos lá?

Uma breve história

O Halloween surgiu nas ilhas britânicas, sendo derivada de festas realizadas pelos celtas na antiguidade. Eram festas de adoração aos espíritos, ao sol e etc.

Eles acreditavam que no dia 31 de outubro, todos os fantasma, demônios saiam a noite para assombrar os seres humanos. Eles celebravam o início da escuridão, já que no hemisfério norte, os dias vão ficando mais curtos e as noites mais longas e frias.

Estes fantasma, demônios eram maus (óbvio né)! Com isso os sacerdotes iam nas casas das pessoas dizendo para que elas alimentassem os demônios. E quando elas se recusassem, elas morreriam ou poderiam ser amaldicoadas.

Então era uma situação perigosa para sair de casa, pois os demônios estavam soltos nas ruas. Entretanto, caso fosse de fato necessário, era preciso sair com máscaras de monstros, fantasma.

CONFIRA COMO APRESENTAR JESUS PARA O SEU FILHO!

COMO FAZER FESTAS INCRIVELMENTE DIFERENTES!

Isso para que os demônios se confundissem entre si e não os atacassem. Isso tudo alguns anos antes de Cristo. Até que, o Império Romano dominou o norte da Inglaterra e começou a acabar com essa cultura.

origem do halloween (2)

E todos passaram a ser obrigados a serem devotos da Igreja. Claro, que isso não aconteceu! E para que não morressem, as pessoas fingiam que estavam convertidas, e continuavam com os cultos do dia 31 de outubro.

Até que surgiu um papa que separou uma data (1° de novembro) para celebrar todos os santos que já havia morrido.

origem do halloween (3)

Todavia, para quem nunca havia se convertido, santos e mortos eram a mesma coisa. Então nesta data estipulada era celebrado todos os mortos.

Com isso tudo foi ficando uma bagunça! E a celebração é como conhecemos atualmente! Esse breve resumo foi retirado do vídeo da querida Fabi Bertotti.

Halloween se origina de ALL HALLOW´S EVE = véspera de todos os santos

Celebrar a cultura

Vamos comparar a cultura de celebrar o Halloween à cultura da Festa Junina? Estou me referindo ao fato de sermos Cristãos e ainda comemorar, festejar tais atos.

É nítido o fato dessas duas festividades (embora parte de culturas católicas) não serem ideais para os Cristãos! Veja aqui este artigo sobre!

origem do halloween (4)

Mas o que quero salientar é que atualmente muitos tem remodelado estas festividades, a ponto de retirar (ou tentar) o que seria o objeto pecaminoso da festa.

Na festa Junina este objeto se caracteriza pela idolatria aos santos. No halloween pela adoração aos demônios mesmo!

Se é saudável ou não, não sei! Mas o interessante é que desta forma é retirado da cultura, apenas aquilo que agrega.

origem do halloween (7)

Grande exemplo disso é a Festa Junina que agora em muitos locais é celebrada como Festa do Milho (tida como festa Caipira).

Entretanto a festa costuma acontecer na mesma data de um dos santos do mês de Junho. Mas isso é assunto para outro artigo.

Halloween, festa das abóboras ou chegada do outono?

Em algumas localidades dos Estados Unidos, ao invés do Halloween propriamente, é celebrado o fall festival. Referência ao início do outono, que coincide com a colheita das famosas pumpkins (abóboras).

Embora a origem do Halloween seja “macabra”, Segundo a influencer Camila Tonello, nestas festas há diversas receitas preparadas com a famosa abóbora e as crianças se fantasiam dos seus personagens favoritos.

Ela conta que nesta época tudo tem aroma e sabor de abóbora. Desde cafés até velas! Tudo bastante cultural e nada de assustador!

O dia da Reforma Protestante

Mas a origem do Halloween não tem nada a ver com o dia da Reforma Protestante ser na mesma data! E que celebremos esta data ao invés do dia das bruxas.

A BÍBLIA abomina práticas que remontam às festas pagãs de fundo ocultista. Veja o que está escrito em Fl 4.8:

“Quanto ao mais irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai”.

E na carta aos Gálatas no capítulo 5:19-21, consta uma série de obas da carne e o resultado disto tudo. Veja na íntegra:

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

Sendo assim, celebremos nesta a data o dia da Reforma Protestante e não ao Halloween, não é mesmo?

Inscreva-se AGORA para receber boletins, brindes e descontos exclusivos!

Hellen Xavier Manso

Sou a Hellen, esposa, mãe do Estêvão de 6 anos, dona-de-casa, arquiteta de formação e blogueira por paixão. O blog "integralmente Mãe" nasceu assim que fui demitida (após ser mãe)!! E meu objetivo é gerar conhecimentos através do marketing digital para instigar você a viver com mais liberdade! Liberdade que se traduz em viver a maternidade sem culpa, a conquistar uma vida profissional de sucesso e livre de estereótipos e muito mais! Vem comigo!

Website: https://www.integralmentemae.com

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.