• Como a viagem em família pode ser divertida?

  • Saiba como montar o enxoval do bebê conforme sua necessidade (e realidade!)

  • Aprenda a cultivar bons hábitos alimentares (seu filho aprenderá com você).

  • Já experimentou todos alimentos possíveis e o intestino do seu filho continua preso?

Muitos de vocês devem lembrar da dieta do Estêvão, que ele tem de seguir devido a um problema no intestino (post aqui). Pois bem, tem sido muito trabalhoso seguir essa dieta que é bastante restritiva. E encontrar opções saudáveis, integrais e gostosas é bem difícil. O que é gostoso ao nosso paladar de adulto pode não ser para o paladar de uma criança tão pequena não é mesmo? Estava eu me adaptando à minha nova rotina quando encontrei esta receita no Pinterest. Bolo de maça integral, publicada nesse endereço aqui . Eu já fiz esta receita muitas e muitas vezes! Mas na próxima quero usar aLeia mais

Creio que todos devem ter algo, e no caso aqui um brinquedo de quando era criança e que atualmente está nos cuidados de outras crianças ou melhor ainda do seu filho não é mesmo? A casa do mickey é o assunto de hoje. Esta casa tem vinte e nove anos de existência. E já passou por três famílias! Lembro-me como hoje, quando a adquirimos. A diferença de idade entre mim e meu irmão caçula é de cinco anos. E eu simplesmente amava brincar com ele. E de qualquer coisa. Brincávamos com naves espaciais da Playmobil ou até mesmo com os blocos do Lego. Até que euLeia mais

Com a minha nova rotina diária de montar lancheira para meu filho, tive de aprender a inovar nas opções de lanches e ainda descobrir meios de aumentar a durabilidade de determinados alimentos para que estes pudessem ser armazenados na lancheira do meu filhote com segurança. Já fiz um post genérico aqui sobre este assunto (aqui), mas ainda assim, restaram-me algumas dúvidas, as quais não tenho mais. Todavia preciso compartilhar com vocês essas informações preciosas! Bom, vamos começar com as bananas. Fruta fácil de transportar não é? O problema aqui em casa é que as bananas de uma penca amadurecem todas de uma vez, contribuindo paraLeia mais

Sempre busquei as diferenças entre as creches e as escolas convencionais para o ensino infantil, no meu caso, criança de 3-4 anos. Procurei opiniões dentre alguns pedagogos que conheço mas não tive uma resposta satisfatória e tão pouco convincente. Daí, decidi eu mesma elucidar as grandes e notáveis diferenças que eu, como mãe, observo entre a educação infantil administrada em uma creche (berçário) e outra administrada em uma escola convencional. Na creche o ano letivo não é levado tão a sério pelos pais, a não ser que estes trabalham até mesmo no recesso da creche; A creche é levada pela maioria dos pais como umaLeia mais

Enfim chegou o grande dia. O primeiro dia de aula do meu pequeno Estêvão. Agora ele estuda em uma escola, não mais em uma creche (berçário). Tudo será bem diferente do que ele estaria acostumado até então. E está sendo. Ainda está se acostumando com a nova rotina, nova professora, novo espaço e principalmente os novos amigos. Matriculamos ele no turno vespertino, assim como foi no berçário. A escola tem muitas atividades além do ensino convencional, ela dispõe de aulas de inglês, espanhol, natação, psicomotricidade, corpo e movimento e capoeira. Logo de cara imaginei que essa quantidade de atividades iria demandar um gasto de energiaLeia mais

  Segundo a revista americana Parents, especialistas norte-americanos sugerem quatro ideias simples para transformar qualquer crise de birra em um momento de aprendizado. É óbvio quando pensamos que toda criança deve ser educada para entender que não birra não é a solução dos problemas. Eu sempre, mas praticamente sempre (é raro eu perder a paciência rs) conto até dez antes de ficar tensa em momentos típicos de birras. Descobri essas dicas através da revista Pais&Filhos que republica algumas reportagens da revista americana Parents aqui no Brasil. Coincidência ou não, eu já havia testado e comprovado todas as dicas sugeridas. Aliás, sem esforço algum, as sugestõesLeia mais

Em toda a minha vida de mãe sempre tive de ter a criatividade bem rápida para conseguir “convencer” meu filho a tomar banho numa boa! E muitas vezes precisei ter até o plano B, caso a primeira tentativa tenha fracassado. Listarei aqui algumas dicas de como chamar a  atenção da criança para o banho, contribuindo para que este seja um momento de diversão, uma obrigação disfarçada. 1-Brinquedos para banho Essa dica é a mais banal de todas. O problema é que cada criança reage diferente ao brinquedo. E há até muitos tipos de brinquedo! Mas esta tentativa sempre é válida, pois sempre que a criançaLeia mais

Quer uma receitinha básica de uma refeição que garanta 5 cores no prato do seu filhote e ainda dure dias no congelador? Então vamos lá. INGREDIENTES – macarrao penne (500 g aprox.) – 1 cenoura – 2 tomates – 1 cebola – brócolis chinês  (a vontade) – sal e alho – carne moída  (quantidade que desejar) MODO Refogue a carne no óleo, alho e sal. Quando ela estiver corada acrescente os tomates e a cebola triturados. Ficará como se fosse molho de tomate. Acrescente a cenoura e o brócolis tambem triturados. Triturei no mixer.  Vá colocando água aos poucos para cozinhar os legumes.  Desligue oLeia mais

  E finalmente está se aproximando o dia em que todos os dias, terei de preparar a lancheira do Estêvão. Sempre que pensava nisso ficava perdida. Imaginava que poderia colocar opções de lanches semelhantes ao que ele comia no lanche da tarde em casa (e não estava enganada). Entretanto, muitas e muitas dúvidas povoavam minha mente! Posso levar frutas? Quais? E quanto a conservação delas? E o suco? Quais opções de sanduíches? E pra ficar aumentar um pouco o desafio, o meu filho segue uma dieta laxativa, por conta do problema que ele adquiriu no intestino (falo disso aqui). A escola que meu filho vai estudarLeia mais

  Dentre todos “acessórios” que adquiri para o Estêvão (quando ele nasceu ou ainda durante a gravidez), alguns simplesmente não deviam ser caracterizados com este termo. Lembro-me que quando estava grávida ficava ligada nas novidades do mundo infantil, em tudo que poderia facilitar a minha vida de mãe. Com isso, eu fazia de tudo, mas tudo mesmo para usar, usufruir bastante de tudo que comprei. É engraçado, mas foi exatamente assim. Tive até de “forçar” o uso de algumas coisinhas e confesso que outras eu não usei quanto gostaria. Não tive tanto tempo como gostaria, ou alguns itens até foram propagandas enganosas. Veja na listaLeia mais