Qual o impacto da pandemia na saúde mental das mães? Dicas para diminuir o sentimento de sobrecarga

Demandas da casa, filhos e profissão sempre existiram, mas foram potencializados com a pandemia

Passado quase um ano dos primeiros casos de Covid-19 no Brasil, cuidado, carinho e segurança afetiva se fazem cada vez mais necessários para que as famílias superem os desafios da pandemia.

Mas quem geralmente é a fonte de tudo isso no seio familiar também pode estar precisando de ajuda. Confinadas e sobrecarregadas, as mães acumulam e misturam tarefas maternas, domésticas e profissionais e veem sua saúde mental sendo colocada em risco. 

impacto da pandemia nas mães

Um estudo do Centro de Pesquisa Econômica e Social da Universidade do Sul da Califórnia, divulgado no final do ano passado, apontou que 32% das mães passaram a se sentir esgotadas psicologicamente desde a pandemia. Já entre os homens – pais ou não – a taxa se manteve em 19%.

Segundo a psicóloga especialista em orientação parental e atendimento psicológico materno Leticia Junqueiro, esse esgotamento mental pode ser resultado de uma busca exagerada por reconhecimento e afeto, mas está também relacionada à tentativa de dar conta de tudo e ao estresse contínuo que o momento de pandemia proporciona. 

“Com essa nova realidade, as mulheres passaram a ser ainda mais cobradas em todas as suas demandas diárias. Aulas online dos filhos, trabalho em modalidade home office, família mais tempo em casa aumentando os afazeres domésticos. Todas essas atividades tornaram-se acopladas, muitas vezes exigindo que sejam realizadas ao mesmo tempo e em um mesmo ambiente, aumentando ainda mais o estresse no dia a dia das mães”, explica Junqueiro. 

impacto da pandemia nas mães (1)

A psicóloga, contudo, esclarece que essa sobrecarga sempre existiu, mas foi potencializada pela pandemia. “Culturalmente já se espera que as mães absorvam todas as demandas das crianças, da casa e da escola com eficiência e naturalidade”.

“Antes dessa perspectiva de isolamento social, as mulheres já viviam assoberbadas, mas esta realidade era muitas vezes ignorada pelos outros e por nós mesmas.

CONFIRA: OS IMPACTOS DA PANDEMIA DURANTE AS AULAS ONLINE!

E AINDA, COMO LIDAR COM A ANSIEDADE DURANTE A PANDEMIA!

Elas sofriam por não dar conta de tudo e achar que alguém dava. A atual realidade potencializou e deixou às claras essa sobrecarga que já vivíamos e da qual não se falava abertamente”, esclarece.

impacto da pandemia nas mães (3)

Mas é possível desenvolver o autocuidado mental e levá-lo como aprendizado para o pós-pandemia. Para isso, a especialista elaborou algumas dicas que podem ajudar a aliviar o estresse mental das mães. 

Afazeres de casa: 

Passe mais tempo no seu cantinho favorito, reorganize, redecore, jogue coisas fora. Redescubra o prazer de morar na sua casa. Mas não deixe que essas atividades tomem mais tempo do que devem.

Tente envolver as crianças. Pode parecer mais trabalhoso no início, mas ficará mais fácil se elas colaborarem.

Com as crianças: 

Não se preocupe em enchê-las de atividades. Aproveite este momento complicado para estar junto, fortalecer vínculos e permitir mais tempo de ócio criativo. Ouça mais elas e aceite que pode ser preciso abrir mão de alguns processos em andamento.

No home office: 

Algumas profissões se encaixaram muito bem no modelo Home Office e outras exigiram sacrifício, mas, quando aceitamos a mudança, a adequação é mais rápida.

Separe o tempo para trabalhar, do tempo para outras atividades. E procure ter foco total, evitando distrações sempre que possível. No tempo para casa e filhos, desligue-se do trabalho.

impacto da pandemia nas mães (2)

Sobre Leticia Junqueiro

Mãe, esposa e psicóloga há 11 anos, Letícia Junqueiro desenvolve um trabalho voltado para orientar mulheres em busca de uma maternidade mais leve e sem culpa. Especialista em Psicologia Infantil, Orientação Parental e Atenção Psicológica Materna, ela atua na área educacional há 22 anos e agora tornou-se também autora. Com o livro “Não Dê Conta”, que será lançado agora neste mês de março, Letícia discute sobre a auto cobrança e a pressão que a sociedade impõe para que as mães absorvam e solucionem todas as demandas dos filhos, da casa e do casamento. Com a obra, a especialista mostra que, quando as mães passam a valorizar também o seu autocuidado, conseguem viver uma maternidade com mais leveza e mais completa para todas as partes. 

2 comentários em “Qual o impacto da pandemia na saúde mental das mães? Dicas para diminuir o sentimento de sobrecarga”

  1. Miriam Rocha Morishima Gouveia

    Ola boa tarde estamos procurando tratar esse assunto e gostariamos de verificar a possibilidade de fazermos uma live com vc a fim de compartilhar sua experiencia com tantas diversas maes

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.