7 motivos para começar a usar o Ginkgo Biloba

Ginkgo Biloba

Você já ouviu falar do Ginkgo Biloba? Se ainda não, fique tranquilo que saberá, a partir de agora, tudo sobre ele. A começar, trata-se de uma planta medicinal, de origem asiática, mais precisamente chinesa, que é rica em flavonoides e terpenóides, o que faz dela ser excelente em agir contra inflamações e oxidantes.

Além da China, ela pode ser encontrada no Japão e na Coréia também. O grande poder dessa planta está nas suas folhas, onde são extraídos os seus principais ativos benéficos.

Possuindo grande destaque na melhora da circulação sanguínea, ela também aumenta o fluxo de oxigênio e nutrientes às células. E tem muito mais benefícios. Com isso, este texto quer apresentar para vocês 7 motivos para que comecem a utilizar o Ginkgo Biloba. Observe-os abaixo.

Contribui contra o estresse e a depressão

Nem fácil é fácil deixar de lado as coisas que estressam. Muitas delas fazem parte da nossa vida social, profissional e são impossíveis de serem separadas. E um dos grandes benefícios que o Ginkgo Biloba possui é justamente diminuir a variação do humor, fazendo com que a pessoa consiga relaxar.

Isso acontece porque o Ginkgo Biloba atua sobre os hormônios do estresse, como o cortisol e a adrenalina. É por isso que ela é classificada como uma planta adaptógena, pois eleva naturalmente a capacidade do organismo de suportar as situações que trazem problemas e preocupações.

Melhora o rendimento cerebral e a concentração

O Ginkgo Biloba é capaz de melhorar a circulação sanguínea, fazendo com que haja um fluxo maior de oxigênio para vários locais do corpo. Um dos lugares é o cérebro e é por esse motivo que a planta ajuda a aumentar a concentração, pois existirá mais sangue chegando ao cérebro, o que contribui para o seu funcionamento correto.

E mais, com ações anti-inflamatórias e antioxidantes, o uso regular do Ginkgo Biloba ajuda a evitar o cansaço mental, principalmente nas pessoas que são mais ativas.

Diminui o risco de formação de trombos

As plaquetas são partículas que ficam no sangue, responsáveis pela coagulação dele. A coagulação é essencial para o corpo humano, mas acontece que, em alguns casos, podem ocorrer agregações plaquetárias muito intensas, e assim, fazendo com que haja maior chance de aumentar os riscos de doenças como a trombose, o derrame e os ataques cardíacos.

O efeito da planta agirá evitando a agregação intensa das plaquetas, diminuindo os riscos das pessoas desenvolverem doenças.

É um aliado natural contra a impotência

Entenda bem, o Ginkgo Biloba não deve ser substituída pelo famoso Viagra, mas a notícia boa é que a planta pode ser utilizada no tratamento da impotência. Isso porque a impotência é causada pela baixa circulação do sangue na região do pênis, o que pode ser resultado de uma arteriosclerose.

E, por aumentar o fluxo sanguíneo, o Ginkgo Biloba ajuda não apenas na ereção, mas melhora a sua qualidade. Alguns testes realizados em laboratórios informaram que metade das pessoas que foram submetidas ao uso da planta apresentaram melhoras no quadro de impotência.

É um grande aliado na saúde dos olhos

Com a sua capacidade de melhorar a circulação do sangue pelo corpo e eliminar os radicais livres do organismo, o Ginkgo ajuda a evitar danos em locais que são sensíveis aos olhos, como a córnea, a mácula e a retina.

Dessa forma, o Ginkgo Biloba pode ser utilizado para preservar a visão por mais tempo, especialmente em pessoas que já possuem problemas como o glaucoma, ou a degeneração macular.

Ajuda na perda de peso

Alguns estudos mostram que o Ginkgo Biloba possui propriedades que ajudam as pessoas que desejam perder peso. Um dos grandes aliados seriam os flavonoides, que também podem ser encontrados nos chás verdes e que tem a sua comprovação quanto à aceleração que causam no metabolismo.

O Ginkgo Biloba também ajudaria no emagrecimento porque contém terpenóides, que são substâncias naturais que aumentam o fluxo do sangue. Uma vez que o fluxo sanguíneo esteja elevado, beneficia os exercícios aeróbicos.

Alzheimer

A acetilcolina é um neurotransmissor que atua no hipocampo, que é uma pequena estrutura localizada nos lombos temporais do cérebro, sendo conhecida como a principal “sede” da memória. Ela tem a função de facilitar a comunicação entre os neurônios e auxilia na formação da memória. Quando o cérebro apresenta baixos níveis desse neurotransmissor, logo é associado ao Alzheimer.

Os testes realizados com o Ginkgo Biloba demonstraram que ele aumenta a capacidade da acetilcolina de se ligar a um receptor, fazendo com que aumente a sua atuação cerebral. Com isso, uma vez que a pessoa beba Ginkgo Biloba todos os dias, fará com que o cérebro absorva mais desse neurotransmissor, estando mais protegido contra o Alzheimer e outras doenças que são relacionadas à queda da função neurológica, como a demência.

Pessoas com Alzheimer que fizeram uso do extrato do Ginkgo Biloba durante três meses apresentam melhora significativa em seus níveis de atenção, função cognitiva e memória.

 

SEJA BEM VINDA AO MELHOR MOMENTO DA SUA VIDA! ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Hellen Xavier Manso

Sou a Hellen, esposa, mãe do Estêvão de 5 anos, dona-de-casa, arquiteta de formação e blogueira por paixão. O blog "integralmente Mãe" nasceu assim que fui demitida (após ser mãe) e neste momento me descobri empreendedora digital e o blog "Integralmente Mãe" nasceu! Desde então, eu busco influenciar as mamães a optarem por melhores escolhas no exercício da maternidade. E ainda a empreenderem em casa ou em qualquer lugar! Por que é somente com esta liberdade que conseguiremos curtir de verdade nossa família e filhos!

Website: https://www.integralmentemae.com

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.