Maternidade consciente: melhores decisões na criação de filhos

A maternidade consciente

Acredita-se que a maternidade vem acompanhada do instinto materno, mais precisamente dos hormônios que a gravidez e pós – parto traz consigo. Entretanto, há controvérsias, já que a depressão no período de pós-parto tem se tornado cada vez mais comum.

Muitas mulheres acreditam muito nos preceitos de seus antepassados: o famoso “deu e não morreu”. Antigamente era comum crianças comerem doces sem limites antes dos 24 meses, por exemplo.

Atualmente, sabemos que isso é prejudicial. A maternidade consciente, não cria sobreviventes. Neste artigo vamos conversar sobre como melhorar cada vez mais nossas decisões na criação de filhos.  A maternidade consciente : melhores decisões na criação de filhos

A maternidade consciente na criação de filhos

A maternidade consciente assume as fraquezas maternas, e ela existe afim de evitar a negligência. Ser negligente é o mesmo que ser descuidado. E envolvendo nossos filhos, cuidado nunca é demais.

É bastante comum, até mesmo nos dias atuais, mulheres que engravidam e simplesmente “permitem”  que o instinto materno seja o seu guia de como maternar. E assim possivelmente esta mulher irá cometer os mesmos erros de sua família no passado. A maternidade consciente : melhores decisões na criação de filhos

Considero que a maternidade consciente é uma evolução, no sentido de aprimorar os nossos conhecimentos, sem abandonar os princípios familiares e até religiosos (se for o caso).

Quando você se tornar consciente de que é responsável por educar, suprir, disciplinar e alimentar um ser totalmente dependente de você, é natural desejarmos fazer o melhor. Qual o melhor modo de educar um criança? E de disciplinar? Combater as birras?

Perguntas as quais achamos muitas repostas em blogs de maternidade, revistas de educação infantil ou até mesmo em uma conversa com a pedagoga da escola que seu filho estuda. 

Mas a quantidade de mães (e pais) disponíveis à isso é muito pequena. Com o aumento das redes sociais e das mídias virtuais esta quantidade tem aumentado. Mas ainda assim, é necessário uma conscientização sobre a maternagem consciente, sobre as decisões feitas acerca da criação de filhos.

O que impede a conscientização?

Assumir os próprios erros e falhas são requisitos fundamentais para que a maternidade consciente seja efetiva.

E infelizmente, grande parte das mulheres mães não assumem os próprios erros e continuam na velha história mencionada no início, a história do “deu e não morreu”, ou seja, criando sobreviventes.

Se há um modo melhor de fazer o que faço com meu filho, por que não conhecer? E ainda por que não experimentar?

 

Precisamos entender que ao conhecer novos métodos, novos meios de lidar com a maternidade não estaremos deixando nosso “eu”, nossos princípios.

A ideia é justamente é essa, agregar bastante informação através da leitura e só então filtrar o que o que achar melhor, conveniente para si, abstendo-se de toda ideia destrutiva, mantendo-se disponível à críticas construtivas.

Mamãe informada faz toda diferença

A verdade é que muitas pessoas tem verdadeiramente preguiça de ler. E com isso fica mais fácil obter a informação pronta com os outros. Só que a informação pronta pode não ser adequada e mesmo que sendo, pode não servir para você que está com preguiça de ler.

No mundo digital de hoje é possível se informar também assistindo vídeos, e até ouvindo os famosos podcasts. O que não vale é não buscar pela informação precisa e confiável. Atualmente há muitos meios de se tornar uma “mamãe informada”.

Existem seminários, workshops e encontros como o Encontro da Maternagem Consciente. Este encontro visa oferecer meios para você, mamãe tomar decisões melhores na criação dos filhos.

São temas desde encontro coach para mães, disciplina positiva, alimentação e nutrição infantil, fonoaudiologia, psicopedagogia, autismo, amamentação, psicomotricidade, pediatria e outros. 

Semelhante ao Seminário descrito acima a Carolinie Figueredo lançou o curso “Disciplina Positiva na prática”. Carolinie é educadora parental formada pela Positive Discipline e criadora deste programa.

Ela já impactou a transformação de 200 famílias. Segundo ela mesma, seu programa está a serviço da expansão da auto-consciência e das transformações de padrões relacionais e geracionais.

O programa também facilita grupos presenciais e virtuais para quem está em busca de uma nova forma de se conectar com o outro.

Se você deseja mudar os rumos da educação que você tem de dispensado ao seu filho e ainda transformar sua história de vida com a maternidade, clique no botão abaixo!

QUERO SER UMA MÃE CONSCIENTE 

A sua versão da maternidade consciente

O interessante esta questão é que ao se informar sobre maternidade e suas nuances você acaba selecionando o conteúdo que vai usar para sua vida e com seus filhos, e com isso a sua versão (personalizada) de maternagem consciente acaba de ser criada. Educar e a coisa mais difícil e delicada que existe! Uma criança em plena formação é como argila fresca!

Nem tudo e todas as informações existentes por aí serão aproveitadas e utilizadas por você, mas para ter certeza disso, você precisa ao menos conhecê-las não é mesmo!

SER MÃE É CONTRADITÓRIO! VOCÊ TAMBÉM ACHA?

A receita para criação de filhos através da maternidade consciente

Concluo que a receita para uma maternidade real mas consciente, que deseja cada vez mais o melhor para os filhos, seja composta pelas  informações agregadas (obtidas através de leituras, documentários, vídeos etc…) mais a leitura de mundo que todo ser humano tem. Os pais devem dar limites

E exatamente por este último fator que sempre alegamos que “não há receita de bolo” para criar/educar filhos. Cada um tem uma leitura de mundo diferente. 

O exercício da maternidade formado apenas pela leitura de mundo da família é o mesmo que agir com negligência.

Sempre haverá possibilidade da maternidade ser melhorada em algum aspecto, mas para descobri isso é preciso leitura, agregar informações. Sendo assim, não há justificativas para permanecer nos descuido, na negligência.  receita para criação de filhos com maternidade consciente

Incentivemos todas famílias, mães e pais a buscarem por uma maternidade consciente, alinhando sua leitura de mundo com todas as informações disponíveis sobre a tarefa responsável e recompensante que é o exercício de maternar, aprimorando e melhorando cada vez mais as decisões na criação de filhos.

E assim sigo acreditando que conquistei e continuo conquistando dia após dia, a receita para criar meu filho. E você está conquistando a sua? 

 

 

 

Inscreva-se AGORA para receber boletins, brindes e descontos exclusivos!

Hellen Xavier Manso

Sou a Hellen, esposa, mãe do Estêvão de 6 anos, dona-de-casa, arquiteta de formação e blogueira por paixão. O blog "integralmente Mãe" nasceu assim que fui demitida (após ser mãe)!! E meu objetivo é gerar conhecimentos através do marketing digital para instigar você a viver com mais liberdade! Liberdade que se traduz em viver a maternidade sem culpa, a conquistar uma vida profissional de sucesso e livre de estereótipos e muito mais! Vem comigo!

Website: https://www.integralmentemae.com

    5 Comentários

    1. Ótimo post ! Eu me considere consciente. Estou sempre em busca de informações e esclarecimentos , não fico alienada a realidade ou me iludo com mídias sociais . Muito bom levantar esta questão em seu blog .

    2. A maternidade é um aprendizado constante. Precisamos sim de leitura e informação, mas também acredito no sexto sentido de mãe e na experiência de vida.

    3. Pingback: Reflexões pessoais de um pai de 5 filhos confusão e alivio

    4. Pingback: Estou pronta para ser mãe? - Vamos Mamães - Blog para Mães, Gestantes e Crianças

    5. Pingback: Ser mãe é contraditório demais, mas é amor além da vida!

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.