Autoestima infantil : 5 etapas fundamentais para construir a do seu filho!

Construir a autoestima infantil é como construir uma casa: Começa aos poucos, e cedo, com a criança pequena.

E requer planejamento, premissas. Algumas ajudinhas que você vai conferir agora neste artigo!

O que é autoestima?

Segundo dicionário, auto estima é a qualidade de quem se valoriza, se contenta com seu modo de ser e demonstra, consequentemente, confiança em seus atos e julgamentos.

E construí-la é algo muito poderoso que nós, pais e mães podemos fazer por nossos filhos pelas próximas gerações.

AUTOESTIMA INFANTIL 6

A autoestima infantil positiva leva o bem estar emocional, aprimora a habilidade de tomar decisões.

E isso tudo, aumentam grandemente as chances da criança ter uma vida bem-sucedida quando adulta.

Entretanto, o desenvolvimento da autoestima infantil ainda é ilusão para nós. Já que lutamos para entender o que exatamente pode levar a ter uma autoestima saudável.

Isso porque, o desenvolvimento da autoestima elevada em seu filho é facilitado se você tem uma autoestima saudável. Caso contrário, esta tarefa é bastante desafiadora!

Mas não se preocupe. Há várias maneiras de construir a autoestima em você e em seu filho, incorporando à sua rotina diária. Vejamos o que é necessário para isso!

AUTOESTIMA INFANTIL 5

Porque a autoestima infantil é importante?

Autoestima é muito mais do que se sentir bem consigo mesmo.

É sobre a crença de que você é capaz e competente o suficiente para viajar pelo mundo e enfrentar tarefas difíceis. 

No caso de você não ser nem capaz nem competente, é a forma equilibrada de se enxergar. Então você estará seguro o suficiente para saber que isso não muda seu valor como pessoa.

O termo clínico mais frequentemente usado para descrever isso é ‘autoeficácia’. Autoeficácia é a crença realista de uma pessoa de que ela tem a capacidade de realizar certas tarefas. 

Se uma criança, por exemplo, acredita que pode fazer algo, ela o fará com confiança e alegria.

O desenvolvimento da autoeficácia é a chave para se ter uma alta autoestima nas crianças. Pois ajuda a construir confiança o suficiente para que a criança possa sair e explorar o mundo.

Quando uma criança se sente confiante o suficiente para tentar novos desafios, as oportunidades se abrem para ela.

E quanto mais a criança explora, mais ela aprende e entende que é capaz de experimentar e aprender coisas novas. 

AUTOESTIMA INFANTIL 4

Esta confiança é essencial à medida que a criança cresce e chega à vida adulta. Isso vai ajudá-la a desenvolver relacionamentos significativos, buscar objetivos profissionais e, por fim, criar sua própria família saudável e cheia de amor.

E como disse no início, a construção da autoestima infantil deve começar na idade jovem, desde a primeira infância.

Exemplos de autoestima saudável e baixa

SAUDÁVEL

  • sentir que vale a pena e é aceito como eles são
  • sentem que são capazes de tentar e aprender coisas novas
  • sentir orgulho de si mesmos por tentar
  • tem uma autoimagem positiva que é realista
  • não se assustam com tarefas ou emoções desafiadoras

BAIXA

  • sente-se incompetente em qualquer tarefa
  • são duros consigo mesmos e se mantêm em padrões irrealistas
  • sente que não são tão bons quanto as outras crianças
  • concentra-se em suas qualidades e experiências negativas
  • não tem confiança para explorar coisas novas
  • duvida da capacidade de realizar novos objetivos

Saudável ou baixa, autoestima acompanha a criança na vida adulta. E é nesta etapa da vida que haverá consequências oriundas da construção (má) da autoestima infantil.

AUTOESTIMA INFANTIL 4

Você pode notar que essas características citadas acima também podem ser aplicadas em adultos.

Na autoestima saudável: Um mundo no qual você não tem medo de tentar coisas novas, mesmo que sejam desafiante.

Agora, imagine um mundo em que a criança o explora livremente: novos amigos, coisas novas, tarefas escolares, hobbies. E isso tudo progride naturalmente à medida que ela cresce.

É assim que tudo deveria acontecer. E a autoeficácia é o que estabelece a base para uma alta autoestima e confiança para o resto da vida da criança.

Como construir a autoestima infantil?

Já te conto que vai requerer de você tempo, paciência e dedicação, mas a longo prazo, vai valer a pena! E você pode começar agora!

E ainda, nem sempre você terá sentimentos positivos em relação às tarefas para construção da autoestima, mas tudo bem! Vamos lá?

AUTOESTIMA INFANTIL 3

1 AUTOESTIMA POSITIVA EM SI MESMO

Você precisa melhorar a SUA autoestima. Não tem como fugir disso!

Por mais que gostemos de pensar que nossas palavras carinhosas e apoio serão suficientes para aumentar a autoconfiança nas mentes de nossos filhos, o fato é que eles aprendem mais com nosso comportamento como adultos.

Se seu filho perceber que você não tem confiança para tentar coisas novas, não pratica o perdão consigo mesmo, não demonstra medo em situações desafiadoras e pratica muitas conversas internas negativas, então a criança aprenderá a fazer o mesmo.

À medida que você trabalha para construir a autoestima e a confiança de seu filho, trabalhe também para resolver seus próprios problemas de autoestima

Este processo de melhorar a sua autoestima será muito valioso para o seu filho. Pois ele verá que pratica o que prega.

E ainda ensinará à criança que a baixa autoestima é natural e que não há vergonha em trabalhar para ganhar autoestima, mesmo quando adulto.

Somos professores tanto no que dizemos quanto no que fazemos, portanto, certifique-se de fazer o que você diz. Somo exemplo sempre, mesmo quando agimos errado.

AUTOESTIMA INFANTIL 1

2 DÊ À ELES AUTONOMIA

Dê espaço para seu filho dominar novas situações. O desenvolvimento da autoconfiança natural está nessas circunstâncias.

Estou me referindo à situações rotineiras como vestir-se sozinho, tomar banho, ajudar com a organização da casa em pequenas tarefas.

Dar a ela um pouco de liberdade para tentar tarefas importantes é essencial para desenvolver sentimentos positivos sobre suas habilidades.

O mesmo pode ser dito para qualquer faixa etária, na verdade. Sempre que houver uma oportunidade de oferecer com segurança um pouco de liberdade para a criança, permita.

3 ELOGIOS DEMAIS PODEM CAUSAR MAIS DANOS QUE BENEFÍCIOS

Muitos pais e mães erroneamente tendem a elogiar os filhos demasiadamente com o intuito de que eles desenvolvam autoconfiança.

Eles os animarão durante suas atividades, elogiando-os como “bom trabalho” e “você é o melhor”, na esperança de desenvolver a autoestima por meio de elogios. Quem nunca fez isso??

Mas a verdade é que isso, no entanto, faz exatamente o oposto.

Quando os pais elogiam os filhos com declarações generalizadas como essa, não oferecem nenhuma orientação real para os filhos em termos de desenvolvimento do senso de identidade .

Em vez de fazer elogios genéricos, é melhor identificar claramente a habilidade ou qualidade que a criança está exibindo.

Afirmações como “você é tão criativo” ou “Gosto da maneira como você resolveu esse problema” são mais válidas para a criança e ajudam a estimular as habilidades de solução de problemas e a saúde mental à medida que a mente jovem se desenvolve.

O desenvolvimento da autoestima infantil tem muito mais a ver com traços identificáveis ​​do que com positividade genérica.

4 DÊ À ELES RESPONSABILIDADES

O desenvolvimento de pequenas responsabilidades domésticas é uma grande oportunidade de crescimento para a criança.

Tarefas pequenas e gerenciáveis ​​podem ajudar a promover o desenvolvimento emocional quando a criança começa a explorar seu próprio senso de identidade e suas próprias habilidades.

A maneira mais fácil de ajudar nisso, é de fato, dar responsabilidades ao seu filho. Isso pode variar de arrumar a mesa para o jantar à arrumar a própria cama ou até mesmo colocar a roupa suja no local adequado.

Tarefas pequenas e administráveis ​​como essas dão à criança a oportunidade de se sentir um membro importante da família.

PORQUE É IMPORTANTE TER ROTINA?

MARCOS DE DESENVOLVIMENTO INTANTIL 3-5 ANOS!

Também permite que eles testem e ultrapassem limites e descubram do que são capazes.

AUTOESTIMA INFANTIL 2

Embora possa parecer algo sem valor, vestir-se sozinho demonstra que não apenas a criança recebe a liberdade e a segurança para explorar novos papéis, mas também é totalmente capaz de fazê-lo.

5 LIVROS PODEM AJUDAR

Compreender a importância do desenvolvimento da autoestima infantil, só faz sentido se você apoiar o processo. E os livros infantis podem ajudar nisso.

Livros infantis sobre autoestima podem ajudar a orientar você e seu filho à medida que aprende a desenvolver uma autoimagem positiva.

Uma história cativante pode ajudar as crianças a aprender como reconhecer e controlar os sentimentos de maneiras que, de outra forma, seriam difíceis para elas.

 Os personagens da história podem demonstrar como é explorar o mundo de maneira curiosa com confiança e compaixão, o que é útil na construção da autoestima das crianças.

Confira algumas seleções que fiz nesse link!

Você já parou um minuto para ver como está a sua autoestima? E a do seu filho? Se não fez isso ainda, faça! Cuide da saúde emocional sua e de seu filho!

Isso é decisivo para que ele se torne um adulto bem resolvido em muitas áreas da vida, especialmente a emocional, que com certeza vai refletir nas demais!

Compartilhe este conteúdo com outras mamães! Este assunto tem sido cada vez mais necessário atualmente! Um abraço!

Inscreva-se AGORA para receber boletins, brindes e descontos exclusivos!

Hellen Xavier Manso

Sou a Hellen, esposa, mãe do Estêvão de 6 anos, dona-de-casa, arquiteta de formação e blogueira por paixão. O blog "integralmente Mãe" nasceu assim que fui demitida (após ser mãe)!! E meu objetivo é gerar conhecimentos através do marketing digital para instigar você a viver com mais liberdade! Liberdade que se traduz em viver a maternidade sem culpa, a conquistar uma vida profissional de sucesso e livre de estereótipos e muito mais! Vem comigo!

Website: https://www.integralmentemae.com

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.