Mundo materno: uma poesia para uma mãe especial

Mundo Materno

Pedi à Talita do blog “Só Melhora” que escrevesse uma poesia materna para o integralmente, mãe. E fui surpreendida (mais uma vez) com este texto recheado de emoções, fatos puramente verídicos (com todas ou quase todas as mamães). Enfim, assim como a borboleta sofre uma transformação para ser a borboleta linda que conhecemos, com as mães o processo é semelhante! Confira nas palavras lindas e na poesia da nossa amiga!

Das poucas certezas que tenho na vida, uma é a de que ela muda completamente depois da maternidade. Sim, há vida depois da maternidade. Mas ela é completamente diferente da que tínhamos antes da chegada do filho. Isso porque um filho mexe com nossos conceitos, nossas certezas e nossa visão de mundo. A vida muda porque nós mudamos. A mudança vem de fora e de dentro.

Lembro de quando eu estava grávida e lia todo tipo de informação sobre filhos. Eu me sentia preparada para ser mãe e gostava da mãe que eu construí nessa época. Até que meu filho nasceu e entrei de cabeça no mundo materno. Da certeza para o caos: a casa, a família e eu mesma viraram uma bagunça! Sim, a chegada de um filho pode ser bem caótica (até escrevi uma poesia sobre isso . Mas, com tempo, carinho e paciência, as coisas vão voltando para os eixos.

mundo materno - a gravidez

Gosto de esclarecer que a vida não volta a ser como antes. Nada volta a ser como era. Assim como o rio, que não é mais o mesmo depois que entramos nele, nós não somos mais as mesmas depois de entrar no rio. A maternidade muda a nossa identidade. Precisamos nos redescobrir e encontrar um novo “normal” para a nossa vida. Por isso digo que a vida não volta ao normal depois da maternidade. A gente é que precisa encontrar nosso novo normal.

Algumas mulheres levam mais tempo, outras menos. Todavia, a boa notícia é que a gente encontra equilíbrio novamente. A gente se redescobre e cresce muito com toda essa experiência. Com o tempo, vamos entendendo o tal mundo materno. Percebemos que ele é cheio de emoções, muitas vezes contraditórias. Amor e culpa. Carinho e medo. Alegria e tristeza. Isso acrescenta uma riqueza na nossa vida que nem poderíamos imaginar que existisse!mundo materno - família

Por fim, incorporamos esse novo mundo materno ao nosso mundo do dia a dia. Ficamos enraizadas nele de tal forma que não conseguimos mais nos separar completamente. Alguém por aí já ouviu falar em ex-mãe? Ou em ex-filho? A gente conhece ex-marido, ex-esposa, ex-sogra e até ex-amigo. Mas não existe ex-mãe e ex-filho. Depois da maternidade, nossa identidade agrega o papel de mãe e assim permanece até o fim.

Por isso é tão importante se redescobrir nesse mundo materno. Entender que o filho faz parte da nossa vida. Parte dela, mas não é a nossa vida por completo. Continuamos sendo mulher, esposa, profissional, filha, amiga – e agora também mãe. Ser mãe é uma experiência enriquecedora! Confesso que levei um tempo para me entender nesse admirável mundo novo. Mas hoje sou muito mais feliz pelo aprendizado que tive com tudo isso.

Gosto de expressar meus pensamentos em versos e assim fiz com essa reflexão sobre o mundo da maternidade. Convido vocês a lerem a poesia abaixo e refletirem sobre o tema também.

Mundo Materno

O mundo materno é assim:

tem começo, mas não tem fim.

Não importa se ele veio com um sim.

Porque agora faz parte de mim.

Se a vida de antes era boa,

sei que essa mudança não foi à toa.

Dentro de mim o amor ecoa

e a maternidade, como música, entoa.

Aproveito o momento para crescer.

Há muito o que aprender.

Enriqueço minha identidade, meu ser.

Tudo isso por causa do meu bebê.

Algumas vezes ainda berro.

Nem tudo são flores, não nego.

Mas hoje peço que esse mundo materno

dure para sempre, seja eterno.

Talita

09/07/2018

15:00

 

 

Como é o teu mundo materno? Já descobrisse teu novo normal? Compartilha com a gente aqui nos comentários. Faz bem trocar essas experiências! E se conheces alguém que ainda está descobrindo (e se descobrindo) nesse desconhecido mundo novo, compartilha essa poesia e esse texto com ela. Tenho certeza de que ela gostará. Para quem se interessa por poesia de mãe, deixo aqui mais uma. Um poema pelo qual tenho um carinho todo especial: “Eu, depois de ti” – poesia em que falo sobre como mudei depois de ser mãe.

Talita Rodrigues Nunes, 37 anos, casada com meu príncipe Charlles, mãe do Vinicius, de 5 anos. Tenho um blog (somelhora.com.br) onde publico minhas poesias de mãe e minhas reflexões sobre por que eu acredito que a vida “só melhora”!

SEJA BEM VINDA AO MELHOR MOMENTO DA SUA VIDA! ASSINE NOSSA NEWSLETTER!

Hellen Xavier Manso

Sou a Hellen, esposa, mãe do Estêvão de 5 anos, dona-de-casa, arquiteta de formação e blogueira por paixão. O blog "integralmente Mãe" nasceu assim que fui demitida (após ser mãe) e neste momento me descobri empreendedora digital e o blog "Integralmente Mãe" nasceu! Desde então, eu busco influenciar as mamães a optarem por melhores escolhas no exercício da maternidade. E ainda a empreenderem em casa ou em qualquer lugar! Por que é somente com esta liberdade que conseguiremos curtir de verdade nossa família e filhos!

Website: https://www.integralmentemae.com

    1 Comentário

    Deixe uma resposta

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.